Projeto Educativo

Externato Rumo ao Sucesso, sendo um estabelecimento de ensino de Educação Especial, em conformidade com o seu Projeto Educativo, tem como objetivos principais promover o sucesso educativo das crianças/jovens com Necessidades Educativas Especiais (N.E.E.) e a respetiva inserção na sociedade, respeitando as diretrizes e orientações emanadas pelas Entidades competentes (D.G.Est.E. – Direção-Geral de Estabelecimento Escolares, Ministério da Educação), ao abrigo da legislação em vigor (Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de Julho).

No âmbito do Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de Julho, e em conformidade com as orientações estabelecidas no mesmo, são elaborados os Relatórios Técnico-Pedagógicos (R.T.P.) e os Programas Educativos Individuais (P.E.I.) dos alunos que frequentam a valência educativa do Externato Rumo ao Sucesso, sendo devida e adequadamente identificadas, para cada um dos alunos, as medidas de suporte à aprendizagem e à inclusão, as áreas curriculares e os recursos específicos a aplicar, por forma a responder cabalmente às necessidades educativas especiais de cada um dos nossos alunos, ao longo do seu percurso escolar no nosso Externato.

Presentemente, os alunos do Externato Rumo ao Sucesso são alunos a quem foram aplicadas medidas seletivas e medidas adicionais, que têm como objetivo suprir necessidades decorrentes de dificuldades de aprendizagem, delineando currículos programáticos diferenciados, que se traduzem em adaptações curriculares significativas, apoio psicopedagógico, reforço das aprendizagens e apoio tutorial. A referir, ainda, a aplicação de um Plano Individual de Transição (P.I.T.), sempre que tal é possível, procurando-se que o aluno desenvolva competências ao nível das autonomias de índole pessoal e social e visando a transição para a vida ativa, em sociedade.

O Externato Rumo ao Sucesso está, pois, vocacionado para o ensino de crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais (N.E.E.), procurando responder às suas diferentes necessidades e proporcionando-lhes condições que facilitem o seu desenvolvimento geral, a sua independência pessoal-social e a otimização do seu comportamento, de modo a adquirirem uma saudável forma de estar em sociedade e tornar possível a sua integração social.

O Externato Rumo ao Sucesso procura, no âmbito da sua atividade de atuação, responder como um serviço necessário e imprescindível à Comunidade, em geral; e, acima de tudo, responder às justas aspirações das crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais (N.E.E.), empenhando-se em possibilitar-lhes o ser capaz de afirmarem as suas próprias identidades, reconhecendo as suas caraterísticas próprias e, por último, colocando-se ao serviço da importante finalidade educativa de proporcionar a TODOS o direito à Educação.

Neste sentido, procuram construir-se as condições físicas e técnicas consideradas capazes de responder positiva e o mais adequadamente possível a tais metas.

O Externato Rumo ao Sucesso dispõe de dois polos escolares construídos de raiz: um polo é destinado, especificamente, ao Ensino Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico e o outro destina-se ao ensino dos 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico.

Os referidos polos escolares são complementados por um pavilhão gimnodesportivo, com medidas oficiais, piscina interior aquecida, espaços verdes e múltiplos espaços desportivos exteriores.

O Externato Rumo ao Sucesso dispõe, ainda, de uma quinta pedagógica – Quinta da Vinha – com piscina exterior e pomar. Dispõe, também, de transporte próprio.

Projeto Educativo do Externato Rumo ao Sucesso

Projeto Curricular de Escola do Externato Rumo ao Sucesso

Eu sei que o meu trabalho é uma gota no oceano, mas sem ele o oceano seria menor.

Madre Teresa de Calcutá

Pavilhão Gimnodesportivo Interior

No Externato Rumo ao Sucesso, são ministrados as seguintes níveis de escolaridade:
Ensino Pré-Escolar;
1.º Ciclo do Ensino Básico;
2.º Ciclo do Ensino Básico;
3.º Ciclo do Ensino Básico.

Piscina Interior Climatizada

O Externato Rumo ao Sucesso procura promover o sucesso educativo dos seus alunos, através das atividades e metodologias pedagógicas julgadas, em cada momento, como as mais adequadas à persecução e obtenção dos objetivos delineados no Programa Educativo Individual de cada elemento do seu corpo discente, tendo sempre como referência o seu Projeto Educativo.

Externato - Interior

Os nossos alunos contam, também, com o apoio permanente e atento de uma equipa multidisciplinar de docentes e técnicos especializados, constituída por docentes de necessidades educativas especiais, psicólogos, terapeutas da fala, terapeutas ocupacionais, técnicos de psicomotricidade, enfermeira e médico.


Foto

Educação Pré-escolar

Áreas Curriculares de Desenvolvimento, ao nível da Educação Pré-Escolar, com utilização de materiais adaptados e adequados, em que são desenvolvidas diferentes atividades com os nossos alunos, visando a estimulação nas diversas áreas de intervenção:

+ info

a) Área Sensório-Perceptiva, tendo como competência geral o desenvolvimento dos órgãos dos sentidos, nomeadamente em termos de Perceção Visual, Perceção Auditiva, Perceção Táctil, Perceção Olfactiva e Gustativa;

b) Área Motora, com o objetivo de desenvolver as aptidões motoras, tanto em termos de coordenação motora global como de motricidade fina;

c) Área Cognitiva, com enfoque especial no estímulo das capacidades cognitivas, em particular, a atenção, a concentração e a memória;

d) Área da Linguagem, visando o desenvolvimento da autonomia na comunicação, através de uma melhor compreensão das mensagens, do estímulo das verbalizações espontâneas e do incremento do vocabulário;

e) Área Pessoal-Social, permitindo uma interacção adequada com o meio, permitindo um relacionamento adequado com os pares e com os adultos, um comportamento adequado em situações sociais e em atividades de recreação e lazer;

f) Área da Autonomia, em particular no que concerne aos cuidados pessoais, alimentares, de vestuário e de higiene, e na integração das regras de convivência social.

Os alunos a frequentar o ensino pré-escolar, sempre que necessário, beneficiam de apoios especializados, nas áreas de terapia da fala, terapia ocupacional, musicoterapia, psicomotricidade e psicologia.

Foto

1.º Ciclo do Ensino Básico

As áreas curriculares integrantes deste nível de ensino incluem o Português, a Matemática, o Estudo do Meio, a Educação Física e a Educação Artística, nas quais se incluem as Artes Visuais, a Expressão Dramática/Teatro e a Dança e Música.

+ info

Integram, ainda, este nível de ensino, o Apoio ao Estudo, o Inglês (iniciação), bem como áreas integrantes da Oferta Complementar do Externato Rumo ao Sucesso, como sejam diversas atividades no âmbito das autonomias pessoais e/ou sociais e de enriquecimento curricular (como, por exemplo, "Arte Culinária", "Espaço A.V.D. – Atividades da Vida Diária", Projeto "InfoRumoS" – Informática/T.I.C., Projeto "Oficina da Música", entre outras).

Para além das áreas curriculares disciplinares e não disciplinares supracitadas, é fundamental que o percurso educativo dos nossos alunos englobe conteúdos e metodologias com uma componente mais prática/funcional, de acordo com as competências e interesses pessoais de cada um dos elementos do corpo discente.

Com o apoio de uma equipa multidisciplinar especializada, docente e técnica (constituída por docentes de Necessidades Educativas Especiais, psicólogos, terapeutas da fala, terapeutas ocupacionais e técnicos de psicomotricidade), sempre que considerado necessário e adequado, são ministrados, aos nossos alunos, em cada ano de escolaridade que compõe o 1.º Ciclo do Ensino Básico, os conteúdos curriculares devidamente definidos individualmente para cada aluno, tendo sempre em conta as suas competências e ritmo de aprendizagem. Assim, é aplicado, individualmente, a cada aluno, um Programa Educativo Individual e um Relatório Técnico-Pedagógico, de acordo com o Decreto-Lei n.º 54/2018 de 6 de julho.

Os alunos a frequentar o 1.º Ciclo do Ensino Básico, sempre que necessário, beneficiam de apoios especializados nas áreas de terapia da fala, terapia ocupacional, musicoterapia, psicomotricidade e psicologia.

O Decreto-Lei n.º 55/2018 de 6 de julho estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, nomeadamente, do 1.º Ciclo do Ensino Básico, "de modo a garantir que todos os alunos adquiram os conhecimentos e desenvolvam as capacidades e atitudes que contribuem para alcançar as competências previstas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória".

Foto

2.º Ciclo do Ensino Básico

As áreas curriculares disciplinares integrantes deste nível de ensino incluem as Línguas e Estudos Sociais (Português, Inglês, História e Geografia de Portugal, Cidadania e Desenvolvimento), a Matemática e Ciências Naturais, a Educação Artística e Tecnológica (Educação Visual, Educação Tecnológica, Educação Musical, Tecnologias de Informação e Comunicação) e a Educação Física.

+ info

Integram, ainda, este nível de ensino, as seguintes áreas: Apoio ao Estudo, Complemento à Educação Artística e Oferta Complementar.

O percurso educativo dos alunos, a frequentar o 2.º Ciclo do Ensino Básico, no Externato Rumo ao Sucesso, engloba, ainda, a possibilidade de frequência de diversas áreas no âmbito das autonomias pessoais e sociais e de enriquecimento curricular, de acordo com as competências e os interesses de cada aluno, tais como, a título exemplificativo, a "Arte Culinária", o "Espaço A.V.D. – Atividades da Vida Diária", o Projeto "InfoRumoS" – Informática/T.I.C., o Projeto "Oficina da Música", o Projeto "Desporto Escolar", entre outras.

O Externato Rumo ao Sucesso, no 2.º Ciclo do Ensino Básico, tem por referência a matriz-curricular-base estabelecida no Decreto-Lei n.º 55/2018 de 6 de julho, organizando o trabalho de integração e articulação curricular "de modo a garantir que todos os alunos adquiram os conhecimentos e desenvolvam as capacidades e atitudes que contribuem para alcançar as competências previstas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória", com as opções inerentes de autonomia e flexibilidade curricular.

O Decreto-Lei n.º 54/2018 de 6 de julho estabelece o regime jurídico da educação inclusiva, implementando princípios e normas que promovam a integração e a inclusão de todos os alunos, respeitando as diferenças de cada um, a sua diversidade de capacidades, potencialidades e necessidades, através da mobilização dos diversos meios disponíveis na comunidade educativa.

Por conseguinte, os alunos a frequentar o 2.º Ciclo do Ensino Básico, no Externato Rumo ao Sucesso, de acordo com o legalmente estabelecido no Decreto-Lei n.º 54/2018 de 6 de julho, são objeto de uma avaliação diagnóstica específica, a qual fundamenta a respetiva proposta de matriz curricular a adotar, fundamentada no Relatório Técnico-Pedagógico (R.T.P.), Programa Educativo Individual (P.E.I.) e, se aplicável, Plano Individual de Transição (P.I.T.).

O apoio especializado de psicólogos, terapeutas da fala, terapeutas ocupacionais e técnicos de psicomotricidade, assim como de docentes de Necessidades Educativas Especiais, sempre que necessário e adequado, é garantido a todos os alunos a frequentar este ciclo de ensino.

Foto

3.º Ciclo Ensino Básico

As áreas curriculares disciplinares, integrantes deste nível de ensino, incluem o Português e as Línguas Estrangeiras (Inglês, Língua Estrangeira II), as Ciências Humanas e Sociais (História, Geografia, Cidadania e Desenvolvimento), a Matemática, as Ciências Físico-Naturais (Ciências Naturais, Físico-Química), a Educação Artística e Tecnológica (Educação Visual, Complemento à Educação Artística, Tecnologias de Informação e Comunicação), a Educação Física e Oferta Complementar.

+ info

O Externato Rumo ao Sucesso, no 3.º Ciclo do Ensino Básico, tem por referência a matriz-curricular-base estabelecida no Decreto-Lei n.º 55/2018 de 6 de julho, organizando o trabalho de integração e articulação curricular "de modo a garantir que todos os alunos adquiram os conhecimentos e desenvolvam as capacidades e atitudes que contribuem para alcançar as competências previstas no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória", com as opções inerentes de autonomia e flexibilidade curricular.

O Decreto-Lei n.º 54/2018 de 6 de julho estabelece o regime jurídico da educação inclusiva, implementando princípios e normas que promovam a integração e a inclusão de todos os alunos, respeitando as diferenças de cada um, a sua diversidade de capacidades, potencialidades e necessidades, através da mobilização dos diversos meios disponíveis na comunidade educativa.

Por conseguinte, os alunos a frequentar o 3.º Ciclo do Ensino Básico, no Externato Rumo ao Sucesso, de acordo com o legalmente estabelecido no Decreto-Lei n.º 54/2018 de 6 de julho, são objeto de uma avaliação diagnóstica específica, a qual fundamenta a respetiva proposta de matriz curricular a adotar, fundamentada no Relatório Técnico-Pedagógico (R.T.P.), Programa Educativo Individual (P.E.I.) e, se aplicável, Plano Individual de Transição (P.I.T.).

A matriz curricular disciplinar e os respetivos conteúdos programáticos, a ministrar a cada um dos alunos do Externato Rumo ao Sucesso, têm em consideração as suas competências individuais e o seu ritmo de aprendizagem.

O percurso educativo dos alunos, a frequentar o 3.º Ciclo do Ensino Básico, no Externato Rumo ao Sucesso, engloba, ainda, a possibilidade de frequência de diversas áreas no âmbito das autonomias pessoais e sociais e de enriquecimento curricular, de acordo com as competências e os interesses de cada aluno, tais como, a título exemplificativo, a "Arte Culinária", o "Espaço A.V.D. – Atividades da Vida Diária", o Projeto "InfoRumoS" – Informática/T.I.C., o Projeto "Oficina da Música", o Projeto "Desporto Escolar", entre outras.

Assim sendo, a oferta educativa aos nossos alunos é complementada por um vasto conjunto de atividades, quer de enriquecimento curricular, bem como de um apoio sólido ao seu desenvolvimento sociocognitivo, emocional e comportamental. O Projeto Educativo do Externato Rumo ao Sucesso, para os alunos a frequentar este nível de ensino, entende ser fundamental uma planificação e concretização de programas de suporte e promoção de uma transição, que se pretende plena, para uma vida ativa em sociedade.